E a vida acontece enquanto isso....

Eleições, Desastres naturais, Conflitos vários. América Latina em uma ano carregado de surpresas e eventos. Ùltimo ano do Lula e do Uribe. Vitória de segundo turno da Dilma. Ano em que se reconheceu que os Castro em Cuba não dava mais.

Explosão petroleira no Golfo do México. Impacto da natureza humana no meio ambiente. Resgate dos mineiros presos a 700 metros de profundidade. Trabalho em equipe.

Terremotos no Haiti, Chile e Mexico. Bolsa de valor em alta. Dolar em queda. Ficamos um pouco mais ricos. Tentativa de golpe no Equador, conflitos entre governos e meios de comunicação. Censura. Abusos legislativos em algumas presidências.

Twitter, Facebook, Wikileaks e iPad nos mostrou que a tecnologia muda tudo e que temos que estar preparados para essas mudanças.


Enquanto isso....

2010 ano de mudanças... comecei o ano em uma escalada, sem cordas. Termino o ano na mesma escalada, com cordas.

As situaçoes nao mudaram. O que mudou fui eu.

Construçao, solidão, amor, força, depressão, união, atitude. Isso resume meu ano 2010.

Diria que foi dificil,quando me deparei sozinha em algum momento em Salvador, e vi que era possivel continuar sem ninguem. Só dependia de mim. Na volta à Sao Paulo, mais contruçao. E ainda so dependia de mim. Mudanças de Rumo, e encontros.

Foi ai que a vida me deu uma surpresa quando me trouxe alguem especial que ficou.

E mudei de casa, e mais recomeço. Visitas lá de fora. Visitas aqui de dentro.

E agora tudo dependia de mim. Doenças, preocupações. Recuperação.

Lembranças do passado. Esperanças para o futuro. Chorei demais e ri às vezes.

E tudo isso se resume a minha vida. Toquei pouco, li demais, digitei, fiz pouco exercicio. Beijei. Abracei. Me deixei amar. Fui amada e abraçada e beijada.

Se é certo que senti em alguns momentos como se a vida decorresse a passo de caracol, devagar, também é certo que me vi ganhando força interior, uma maior vontade de me responsabilizar por mim mesma. E pelos dependentes a minha volta. E viver de uma forma mais enxuta.

Rezei, pedi, implorei. E Segui.

E posso resumir o meu ultimo mês do ano, como mês do Respiro, do cansaço, da pausa para recarregar energia.

Para mim, a vida é uma escalada, e se temos recursos emocionais para enfrentar, temos as cordas. Se nao temos, andamos sozinhos. É mais dificil. Foi dai que começou a terapia, e essas reflexoes. Momentos de encontros comigo mesma. E me dei conta que as paginas estão sendo escritas, por mim ou sem mim. Em que lado queria estar. Como personagem? Como ator? Como artista? Como escritor?

E se termina o ano... e a vida continua. O ano novo ficou velho. E agora vem o novo.

2011. Tempo para otimistas. Tempo de renovação. Cruzar novas fronteiras. Fazer diferente. Ano fascinante. Momento de reflexão sobre o que fiz e o que farei.

E nesse clima, me abro para o novo.

Adeus 2010. Fica no passado porque adiante vem o NOVO ANO em que tudo será melhor!

Mudar- Edson Marques

"Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade. Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.Mais tarde, mude de mesa. Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa. (...) Dê os teus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias. Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos. Veja o mundo de outras perspectivas. Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda. Durma no outro lado da cama... depois, procure dormir em outras camas. (...) Viva outros romances. Não faça do hábito um estilo de vida. Ame a novidade. Durma mais tarde. Durma mais cedo. (...) Tente o novo todo dia. o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor. a nova vida. Tente. Busque novos amigos. Tente novos amores. Faça novas relações. (...) Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa. (...) Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes. Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo. (...) Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez. Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa. O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda ! Repito por pura alegria de viver:a salvação é pelo risco, sem o qual a vida nãovale a pena!"

Comentários

  1. Adorei a reflexão e, sem dúvida, a pergunta do ano é: Como personagem? Como ator? Como artista? Como escritor? Pensei também: Como observador, protagonista ou anônimo? Feliz 2011!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Navegante por esses mares...Caravelas....

O ciclo das rosas