Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Pelos rios sigo, liberto... e libertando, vou me curando...

"O tempo voa. O tempo não espera por ninguém. Ele cura todas as feridas. Tudo que qualquer um de nós quer, é mais tempo. Tempo para se pôr de pé. Tempo para crescer. Tempo para se desprender. Tempo." (Grey’s Anatomy)


Pelos rios sigo, liberto... e libertando, vou me curando...

Esse ano foi especial. Caminhei pelas dores mais profundas, tudo que fiz, foi profundo. Aliás, descobri que gosto de coisas intensas, duradouras, apaixonantes e profundas...

Dancei como uma valsa...

Para aqueles que acompanham a minha história, sabem que tinha muita coisa para resolver e muita coisa para curar. E não adiantava fazer curativos superficiais... pelo menos sei que assim vivi por alguns anos, até me dar conta que...

Tinha que curar.

Fiquei doente, e essa doença me serviu para me por em contato com a dor. Posso hoje dizer que foi uma das melhores coisas que aconteceram comigo... fui obrigada a olhar a dor de outra forma e encarar que na vida tudo acontece por um motivo, por mais que esse motivo,…

O vôo!!!

Quando estamos la em cima, avida é muito diferente. As cores intensas. Cheiro de natureza. Sensações. Mesmo sabendo que passaria por intensa emoções, consegui me controlar. Estava tranqüila, Seria algo totalmente novo e diferente para mim.


Pela primeira vez, não estava ansiosa com o encontro do desconhecido.

E tinha que aprender a confiar em tão pouco tempo em alguém que nunca havia visto.

Logo embarcaríamos e ai, não teria volta. Faltaria pouco para cair. Logo, as portas se abririam. E o vento.... ai o vento.

Portas abertas. O salto.

Nada, absolutamente nada, passou na minha cabeça. Só a beleza das nuvens e do lugar.

Nada, absolutamente nada, e era algo tão intenso, tão transformador.

Quem me conheceu há alguns anos, sabe o que isso significava para mim. Deixar de controlar, deixar de pensar no futuro, passado. Ali so estavam nuvens, vento, avião, instrutor, rafaella e eu.

Coisas que se fortalecem quando se salta de paraquedas: a) tudo na vida vem e vai muito rápido; b) entregar-se…