Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

Hoje sonhei com o amor...

Hoje sonhei com o amor... era algo tão simples e tão puro... me diziam que eu merecia o amor. Assim, simples...
E puro.

Alguma vez deixei de merecer?
Foi tão terno e tão lindo. Aquele sentimento, que há tanto não reconhecia.. foi bom e inspirador.

Uma incrível sensação de que eu tinha a permissão divina de amar e ser amada. Por mais que pudesse e tivesse que esperar... o sentimento existia.
Essa sensação invadia meu corpo e meu coração, e num acordar... desapareceu.. mas ficou a sensação de que aquilo poderia e deveria acontecer na minha vida.
Era uma questão de escolha. Minha essência estava me liberando e me permitindo novamente sentir o mais incrível dos sentimentos.... tudo uma questão de merecimento.
E quantas vezes me permiti merecer? Ou quantas vezes acreditei resistir a ele?
E de repente, em lapsos de segundos, vibrou.
E nunca mais pude esquecer como é o amor...

Mãos dadas

Eu procuro um amor

Que seja bom prá mim

Vou procurar

Eu vou até o fim... (Frejat)

Estou construindo a relação mais importante da minha vida, a relação comigo mesma... aprendendo a me amar e só assim, permitir que o amor aconteça na minha realidade... me liberto da desesperada necessidade de amar e, no lugar disso, permito que encontre o espaço tempo perfeito para ele se manifestar...
O amor comigo mesma me permite a liberdade de ser quem eu queira ser. Disfruto do amor, sou livre para andar e voar. As relações com meu mundo externo refletem a plena relação que tenho com meu mundo interno.Só o amor é real.
"Para apaixonar-se basta estar distraído." - Vinícius de Morais


E nessa relação de amor comigo começo a desejar um sentimento ainda desconhecido... e aparece na minha realidade a grande existência da não solidão... Começo a esperar o encontro... mãos dadas...

Mas como apreciar esse momento... tendo passado momentos de solidão, de intenso contato comigo mesma... passo a dar valor a…